Pesquisar este blog

Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Mulheres que fizeram história serão homenageadas


Encarregada pela organização das atividades culturais da posse da presidente eleita, Dilma Rousseff, a Fundação Cultural Palmares preparou uma festa em que as homenageadas serão as mulheres brasileiras. As cantoras Elba Ramalho, Zélia Duncan, Gabi Amarantos, Fernanda Takai e Mart’nália vão ser as responsáveis por comandar o evento na Praça dos Três Poderes, em frente ao Congresso, onde Dilma será empossada na condição de primeira mulher à frente do Executivo.

Um grande palco, chamado “Centro-Oeste”, vai ser erguido para receber as cinco cantoras, que serão as principais atrações da noite da posse, no dia 1º. O show Cinco ritmos do Brasil está previsto para começar às 18h30, depois da transmissão do cargo e do discurso que Dilma fará ao povo, no parlatório do Palácio do Planalto.


Quem chegar à Esplanada pela manhã poderá curtir uma extensa programação cultural, que inclui apresentações de bandas regionais, a partir das 10h. Quatro tendas serão erguidas no gramado central da Esplanada, acima do Congresso, e cada uma representará uma região do país: a Tenda 1 vai ser comandada por quatro bandas do Norte; na Tenda 2, músicas típicas do Sul; na Tenda 3, do Sudeste; e na Tenda 4, do Nordeste.

As apresentações vão ocorrer até as 14h, quando a programação cultural será interrompida para que o público, estimado em até 70 mil pessoas, assista à posse. A Presidência da República informou que vai erguer telões ao longo da Esplanada e da Praça dos Três Poderes para que as milhares de pessoas possam acompanhar todos os passos previstos, desde a posse no plenário da Câmara até a transmissão da faixa presidencial.

De acordo com o coordenador de produção da festa, André Luiz Mendes, a programação voltada para a mulher é uma forma de enaltecer o fato de o Brasil estar dando posse à primeira presidente mulher. O Arena Brasil, como foi batizado o evento, não terá apenas apresentações musicais. Segundo Mendes, artesãos irão expor seus trabalhos, atores encenarão cenas de teatro de rua e haverá programação infantil.

Painéis

A organização também preparou uma homenagem a 36 figuras femininas que marcaram a história do Brasil. Serão erguidos painéis com a foto das homenageadas e um breve resumo de suas biografias. Entre as heroínas estão Anita Garibaldi, Chica da Silva, Maria Lenk, Irmã Dulce e Zilda Arns.

A estrutura para a festa, estimada em R$ 1,5 milhão, começará a ser montada na terça-feira. Hoje, será realizado na Esplanada o último ensaio. Homens e mulheres das Forças Armadas e policiais irão participar do treinamento, no qual todo o percurso que Dilma fará em 1º de janeiro será simulado. A comitiva presidencial percorrerá 2km. Depois de uma missa ecumênica na Catedral, Dilma seguirá em um Rolls Royce até o Congresso, onde será empossada. De lá, a presidente irá ao Palácio do Planalto, onde as solenidades serão encerradas.

Tenda dos lenços

O PT pretende montar seis tendas na Esplanada para saudar a população que irá prestigiar a posse. A ideia do partido é distribuir cerca de 50 mil lenços com referência à petista, além de água. “A expectativa é de que 50 mil pessoas participem da festa. Receberemos pessoas de todo o Brasil. Os diretórios regionais estão organizando a ida dos militantes até a capital para participar da festa”, afirma Jorge Coelho, secretário nacional de mobilização do PT. Quem preferir usar camisas, broches ou até levar bandeiras do PT em 1º de janeiro, poderá ir à loja do partido, no Setor Comercial Sul, comprar os itens por preços entre R$ 3 e R$ 10.

Na Esplanada, os populares verão a presidente por volta das 14h, quando ela embarcar no Rolls Royce presidencial da Catedral rumo ao Congresso. O trecho tem pouco mais de um quilômetro. Depois das solenidades, Dilma e o vice eleito, Michel Temer, serão saudados por 21 tiros de canhão na área externa do parlamento, onde novamente os civis poderão assistir. Por fim, Dilma seguirá em carro aberto, desta vez ao Palácio do Planalto, onde fará o pronunciamento à nação no parlatório, em frente à Praça dos Três Poderes.

Último ensaio

A equipe responsável pelo planejamento de posse realizou neste domingo (26) a última simulação da cerimônia. Homens e mulheres das Forças Armadas e policiais participam do treinamento, no qual todo o percurso que Dilma fará em 1º de janeiro foi simulado.

A última simulação para a posse foi feita no última dia 19. Na ocasião, a diretora da secretaria de Relações Públicas do Senado, Juliana Rebelo, foi escolhida na hora para fazer o papel da presidente eleita.

Presença de autoridades


O chefe do cerimonial da posse de Dilma Rousseff , embaixador George Prata, afirmou que até o momento 30 autoridades internacionais, sendo 12 chefes de Estado, estão confirmados para a cerimônia de posse.

"Estão confirmados os chefes de Estado da Bolívia, Venezuela, Colômbia, do Peru, Uruguai, Paraguai, Suriname e Chile. A delegação da Argentina ainda não confirmou. Também devem vir o primeiro ministro da Coreia do Sul, o príncipe das Astúrias e a secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton", disse.

Depois da cerimônia de posse, Dilma recepcionará chefes de Estado, ministros e outras autoridades em um coquetel no Itamaraty. A previsão é que o evento termine às 21h.

Fonte: Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas