Pesquisar este blog

Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 6 de março de 2011

08/03/2011 – Dia Internacional da Mulher A Banalização da Beleza

Em tempos de Angelina Jolie, os padrões da beleza feminina sofrem modificações de acordo com a evolução das técnicas utilizadas na manutenção do “estar bela”...
     A exigência da sociedade maximiza a cobrança das mulheres com suas metas pessoais que são quase em sua maioria as mesmas que norteiam os objetivos de maneira coletiva. A necessidade de estar sempre bem vestida, com as roupas da moda, acessórios importados, cabelo liso, curvas acentuadas com ajuda de cirurgia plástica e porque não falar do grande amigo silicone. Em contrapartida, nenhuma dessas exigências é maior do que aquela que soa como um hábito instituído na criação da espécie feminina: Estar MAGRA.
    Diante deste cenário, o acesso a informação, ascensão econômica do país veiculada as demandas do mercado de trabalho onde o grau de instrução e de especialização é cada vez mais avançado em detrimento da competitividade existente, as mulheres precisam mostrar que além de todo um contexto da beleza social, o aprimoramento da intelectualidade também é fator preponderante para a composição do ser MULHER MODERNA:
    O desafio se apresenta ainda maior, pois a capacidade de avaliação desta mulher moderna está ligada a dois aspectos isolados: Bonita ou Inteligente. O critério ser bonita, é retratado como algo absoluto e relevante para o sucesso da mulher, seja como modelo fotográfica ou das cobiçadas passarelas, seja abrindo portas para relacionamentos com pessoas que investem em um belo cartão postal de identificação. E claro que a mulher inteligente acaba que de certa forma sendo rebaixada por esta sociedade machista que por mais que expresse sua admiração por uma grande executiva ou até mesmo pela PRESIDENTA DO PAÍS, revela declaradamente que superioridade pelos feitos masculinos é indiscutível, ou seja, até podemos ser inteligentes, mas nunca em nível de comparação com a capacidade dos homens.
    A questão é a escolha de ter a criticada vaidade, e aperfeiçoar um conhecimento técnico para dele fazer uso enquanto profissional é extremamente complexo para as mulheres modernas. Elas precisam provar a todo o momento que o fato de se estar na “moda” não as rebaixa em pessoas intelectualmente reduzidas, e que o exercício de pensar, filosofar e revolucionar e tão difícil quanto esculpir um corpo sarado com musculação pesada.
    A quebra deste pré-conceito tende a demorar bastante tempo, enquanto isso, o ideal é que as mulheres modernas enfatizem expressar além do charme cultuado com feminilidade, suas idéias e cultura que as tornam belas de verdade.

5 comentários:

  1. Concordo totalmente e digo que a a diferença do arquétipo 'Amélia' não se distancia da mulher pós moderna. A Amélia fingia que não sentia prazer no sexo, a pós moderna tem que fingir que sente (e muito) tem que gritar igual a Joelma da banda Calypso (ou Colapso se preferir, rs). A pós moderna é escrava do trabalho técnico e alienante, sonha apenas com a carreira e vive relações extremamente superficiais. A vida se reduziu a trabalho, e aparência para o mesmo, isso é o conceito de feminismo hodierno - a "mulher alfa". Mas, ela ainda não viu que apenas facilitou o papel dos homens abrindo as pernas de corset, ele tem menos trabalho ao convencer a presa. Ela continua alienada, submissa e dócil, só muda que com um kg de maquiagem no rosto, se achando poderosa e dona do próprio destino.
    Parabéns pelo texto professora, pelo trabalho e pelo blog.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Será sempre uma luta diuturna a das mulheres.
    Instituições que as escravizam nasceram em sociedades patriarcais.
    Estão aí as religiões e outras que vão modificando suas normas ao correr do tempo encaixando a mulher com correntes mais plásticas.

    ResponderExcluir
  3. obrigada pelos comentarios e sejam bem vindos sempre!

    ResponderExcluir
  4. O blog é maravilhoso,adorei.
    Precisamos no encontrar mais vezes, afinal quero participar do "Clube da Luluzinha".
    Deuzely

    ResponderExcluir
  5. Obrigada Deusa!
    Vem sim! Será bem vinda em nosso clube
    abraços fraternos

    ResponderExcluir

Páginas