Pesquisar este blog

Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 25 de março de 2011

A luta contra a caristia continua. As mulheres sabem o quanto custa







Nesses primeiros meses de 2011 fomos todos/as amargamente surpreendidos/as com a suba dos preços de gêneros alimentícios de primeira necessidade. As compras nos supermercados se constituem em angústias para os/as trabalhadores/as. Principalmente o gás, que integra nossa cesta básica, coloca-se lá nas alturas em termos de preços. Os impostos, que tanto o neoliberal governador Marconi Pirillo, de Goiás, prometeu baixar, na verdade os elevou ainda mais, dando conta de mais uma de suas promessas demagógicas de campanha eleitoral.

Para enfrentar esse problema, nós da Federação de Mulheres Goianas, em parceria com a Associação de Donas de Casa de Goiás, com Mobiliza Goiás e Luta pela Cidadania promovemos uma campanha de assinaturas em favor da baixa dos preços dos produtos de alimentação. Conclamamos a todos/as a que assinem o documento no Twitter @mobilizagoias Clique e assine. Pretendemos reunir no mínimo sete mil assinaturas até quinta-feira da semana que vem. Faremos ato de mobilização à frente da Unianguhera no dia 31/03/2011.

Em 1979 o movimento contra a carestia fragilizou imensamente a ditadura militar e ajudou a derrubá-la. Está na hora de retomarmos a luta para derrubarmos a exploração do sangue dos que lutam para produzir riquezas e que depois vêm sua energia escorrer pelos balcões dos que nos roubam. Convidamos ao povo de Goiânia e de Goiás a se somar a essa luta, independente da condição social e do sexo de cada um/a e assinar esse abaixo assinado. Está na hora de desconstruirmos mais um golpe que se arma contra nossa economia.

Contatos comigo, Jucielne Pererira Barros, Presidenta da Federação de Mulheres (celular 062 – 8197 – 4859) e com Kênia (062 – 8452 – 4401).





Um comentário:

  1. parabens pela iniciativa e vamos nos unir pela mudança bjs amiga!

    ResponderExcluir

Páginas