Pesquisar este blog

Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Araguaia




Quando eu me banho no meu Araguaia e bebo da sua água sangre fria
Bichos caçados na noite e no dia bebem e se banham eles são comigo

Triste guerrilha companheiro morto suor e sangue, brilho do corpo
Medo só mas se o corpo desse pó é pó um círio da luz dessa dor
Violento amor há de voar
Letra e Música de EDNARDO 

A letra dessa musica e um lindo presente de 07 de setembro que curiosamente ganhei de um camarada de Porto Alegre- RS, Paulo Roberto Tiecher de Jesus. Um presente desses só pode ser de um revolucionário, comunista de carteirinha. 



Jucilene Pereira Barros, agradeço meu camarada pela sua sensibilidade e luta.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas